quinta-feira, abril 05, 2012

Minhas coisinhas sensuais

Dia desses, uma amiga e eu recuperamos textos de um extinto blog, que contava algumas de nossas desventuras. Como estarei na Cidade Maravilhosa neste feriado e provavelmente terei pouco tempo para fazer anotações no blog, resolvi postar uma das histórias, que me traz boas lembranças de um tempo que não volta mais... 

Trocarei aqui os nomes, para preservar a identidade de amigos que hoje possam estar casados ou convertidos. Mas como eu não tenho vergonha nenhuma do meu passado, vou manter o meu exatamente como estava.


terça-feira, 13 de março de 2007

POSTADO POR LIA

O Mundo é realmente pequeno. Pequeno e estranho.

Uma bela terça estava num programa rotineiro de três universitárias vagabundas, estávamos num barzinho... tomando suquinho de abacaxi com amendoim. Chegamos, nos acomodamos em uma mesa ao lado de três rapazes, era a única disponível. Conversa vai, conversa vem... chega o moço que vende amendoim. Sabe aqueles amendoins em cone? Esse mesmo. Daí como gostamos de cair de boca em comida, compramos logo uns 5 cones. Após comer todos os conezinhos brancos... minha companheira leonina entediada quis escrever algo no papel, então pede uma caneta mas recebe um rímel da Michê Michelle, serviu. Ela começa a escrever descrições sexuais... e abre o celular e coloca o número da Michê. Passa o papel a mim, eu rio e complemento, escrevo mais alguns adjetivos e retorno o papel. Brincadeirinha cansou então a Mari joga o papel no chão. Ficamos mais... jogando conversa fora e depois de um tempo partimos.


Cada uma chega à casa quando de repente às 2h da manhã o telefone da Michê Michelle toca. Ela atende:


- Alô.
- Oi, achei um papel no chão com seu nome e seu telefone.

Minha amiga nem se recordava mais do fato e diz para esquecer aquele papel e jogá-lo fora o mais rápido possível.


O rapaz desliga. Mas sabe como é né? Esses homens possuem talento circense e defendem esse talento até o fim. Mais tarde ele retorna a ligação... e conversa com a Michê, alega que não levou em consideração o conteúdo do papel o qual dizia que a Michê gostava de sexo anal, era uma profissional sexual, dentre outras coisas. O cara que ligou para ela era um dos rapazes sentados na mesa ao lado. Ele confessou a minha amiga que perguntou ao garçom se havíamos deixado algum papel para eles. (de onde esse ser tirou isso? Narciso né? Lógico só poderia ser Leonino). Apesar de todos os foras que Michê deu no brutinho... ele passou a ligar para ela toda semana alegando seu interesse quase sobrenatural nela. Interesse de comê-la e conhecê-la a fundo. ai ai O brutinho faz até planos e discursa sobre a possibilidade de namoro entre eles.

A grande ironia dessa historinha é um dos amigos desse músico frustrado leonino.

Ele estava sentado na mesa com dois amigos. Como esse mundo é pequeno... um amigo dele era um cara que uma outra leitora havia dado. Até aí, sem grandes alarmes. Mas o brutinho tem o hábito mórbido de largar a mão na cara dela enquanto trepa. Ela havia em uma terapia grupal nos dito que havia dado a um rapaz que até fodia bem mas quase deslocou a sua mandíbula . Ela reivindicou, pediu que ele não repetisse o ato, afinal não é adepta da prática do sadomasoquismo. Mas não foi suficiente, ele levantou as mãos novamente para um tapinha em potencial no seu rosto... ela segura pelos pulsos e solta: Não, porra! Bem, depois desse dia, nunca mais deu para o brutinho.

Enfim, esses três rapazes almejam sair com nós três para uma possível suruba ou um trio de casais. Como dizem: Sonhar não custa nada, é de graça.


Afinal, como vamos sair com seres nada interessantes, que perguntam ao garçom sobre possíveis guardanapos com recado para os mesmos e não satisfeitos resolvem procurar pelo chão por papéis de amendoim. Ou então como sair com seres que têm o hábito de deslocar mandíbula enquanto metem o pauzinho, ou que sem nunca ter ficado com nenhuma das três moças de família resolve ligar toda semana a uma delas para alugar sobre sua vidinha banal e sobre o futuro inexistente que um dia eles poderiam ter?


Depois dizem que a gente é exigente.
Ai ai...


Merveilleuse - | Coisinhas Sensuais às 17:43:52
comentários {9}

P.S.¹: Tenho muito orgulho do que minhas amigas escrevem, especialmente pela total falta de pudores.
P.S.²: O leonino da história é meu amigo até hoje e provavelmente não conhece este blog.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...